terça-feira, 27 de abril de 2010

Triste e tremendamente só...

Hoje, é um daqueles dias para esquecer, mais do que nunca...
Lavar mágoas...
Hoje apesar do sol, estou triste e tremendamente só...
Muito!
Hoje, é um daqueles dias para esquecer, mais do que nunca...
Tomei um bom banho, daqueles que adoro, escaldei a pele, masoquista...
Fui para a rua espairecer, apanhar ar, ver pessoas, caminhar, pensar...
Tão absorta nos meus pensamentos, nem via o comboio...
Mais à frente, reparei em dois homens de braço dado
Um seguramente mais velho que o outro
Pai e filho, curiosa fiquei
Intrigada com o afecto,não habitual
Senti, uma necessidade em olhar um pouco mais para eles
Num rasgo de estratégia, mudei de direcção e de soslaio
observei-os,lindos, sedutores...
Gostei dos óculos de sol, pareciam dois românticos
Fui aos correios e a caminho da Banco encontrei outro casal
agora de frente,duas senhoras, mãe e filha de mão dada
Deu-me o mote, de pensar em afectos, o que de todo no momento não queria
Tal eram visíveis e expressivos à minha frente, e fora do comum
Caramba, tanta ternura, tanto carinho, e, eu tão triste, sozinha
As lágrimas, essas sentia-as a cair teimosamente por detrás dos óculos
Mas que chatice esta afinal...
Sentir olhares enternecedores em mim questionando a minha própria tristeza
Logo hoje, dia 27, um dos números que sempre me deu sorte nesta vida, ou julgo...
Dos primeiros que gosto depois do 5, 18, 21 e 23...
Maus, mesmo, 12, 13, 14...e
Transpirei que me fartei, hoje!
Este calor mata-me, os pés nas sandálias depois de meses entalados nas meias, assaram de vez...
Estou mais calma, a massaja-los, o creme atenua a dor e apazigua a minha alma, tão suave e cremoso que me incita a devaneios
Vamos lá haver como amanhã me sinto, espero arribar, mais uma vez, outra vez
Quero muito sentir-me bem melhor, preciso, muito
Hoje, nem as velharias me alegram...
Nada!
Porque será?
Acho que nem eu sei...
Carências, as lágrimas caíram teimosamente...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Arquivo do blog