terça-feira, 29 de junho de 2010

Um grande sonho, projectar a velhice!

Ao projetar o meu pensamento as memórias e os sonhos atropelam-se-, todos clamam para ser eleitos, sendo que apenas um merecerá essa honra -,de sonho "mayor" no idealizar como gostaria que fosse a minha própria velhice. A minha apetência para construir castelos no ar é antiga, para esta nova etapa da minha vida entendi como aliciante reconstruir um de muitos sonhos -, para mim de todos o mais fascinante. A esperança que um dia hei-de ser rica!
Continuo a acreditar nessa realidade pois a sorte já me presenteou uma vez...os pecaditos alertam Deus para prolongar nova espera, mas um dia tenho a fé, de novo me presentear!
O sonho mayor em liderar uma Fundação, que perpetuasse o nome dos meus pais, de cariz humanitário, numa dimensão solidária de luxo, onde o residente teria de obedecer a critérios de objetivos pré – definidos. 
Propriedade de família na Fonte da Costa no apogeu de recordar boas lembranças de outrora, onde o meu pai em garoto apanhava carrascos para os fornos da padaria  e se acoitava da chuva debaixo de uma pequena anta, onde haviam dois munhos e o carreiro do moleiro e das pessoas fazia extrema, aqui em miúdas, eu e a minha irmã apanhávamos pinhas verdes que ao lume saltavam os pinhões, lindos os ramos de madressilva na primavera, de vistas cortada aqui e ali, por todo o lado, por muros de pedra solta.Um paraíso selvagem que no outono se alinda de laranja com os medronhos. 
As vistas que se contemplam é de tirar o fôlego -, a vila de Ansião que se espraia à nossa frente em vale delicioso, com os Casais em contraforte que lhe confere uma beleza ímpar e para além as eólicas do Rabaçal, Grondramaz e,... O clima  por aqui é ameno onde a vegetação numa simbiose de tonalidades e aromas intensos encantaria por certo todos aqueles que desejem desfrutar de caminhadas. Um lugar de eleição meu e da minha irmã numa extensão de  40.000 m2 , único, perfeito, pelo qual sempre sonhei.
O lema da Fundação passaria por proporcionar à família residente pró vida, em ambiente saudável, com Livro de Reclamações, numa mensalidade super acessível 75% da reforma de cada utente, sendo o restante para  seu próprio usufruto .
Teria de contemplar aposta exigente em programas temáticos inovadores e criativos de lazer e terapêutico. Onde a esperança de viver o dia a dia com muita alegria e bem-estar seria a exaltação maior, e num qualquer dia quando a partida não puder ser mais adiada, sentir na despedida de cada um, um adeus no olhar e sorriso nos lábios...
Exigência no expoente máximo da arquitetura e design, numa aposta no último grito de acessibilidades, conforto, aproveitamento da luminosidade natural em apartamentos individuais de privacidade  mais intimista e acolhedora para a família residente. 
Também na escolha dos melhores profissionais dos ramos: saúde; alimentação; técnicos de artes e animação; entre outros, numa panóplia de serviços oferecidos, como senda dos objetivos da Fundação: Enfermaria;Ginásio; Piscina; SPA com linha de higiene, sais de banho e fragrâncias; Atelier para Workshops, Biblioteca; Espaço Cibernauta; Salão de Música e Baile; Capela; Salão Chá num ambiente de conforto com poltronas que inspire ao relaxe e, inevitavelmente ao deleite do romance, que seja apenas a sedução!
Aposta em excursões culturais semanais em autocarro de luxo. 
Toda a vida comunitária a ser regida por padrões definidos acordados por todos no ato da inscrição com a meta final  de atingir os objetivos traçados e alcançá-los com êxito na expeta conquista de vitória, nas tarefas partilhadas, e cumplicidade com os demais ...valores que desencadeariam um crescimento e empenho da família residente com o intuito de todos quererem mais -, porque o sucesso almeja mais sucesso na concretização do ranking dos objetivos previamente traçados.
O troféu para o residente que por eleição direta recebesse maior votação sobre a sua performance na semana em causa, receberia um prémio - um voucher, com direito ao gozo de um fim-de-semana num hotel no Porto, no meu carro de eleição um Jaguar com chauffeur privativo, com direito a escolha da companheira/o.
Para no fim do dia, em repouso na paz do quarto, a troca de sorrisos e olhares com malícia, ao som da canção imortal de Sérgio Godinho.
O elixir da eterna juventude
Estou velho!
Dói-me o joelho
Dói-me parte do antebraço
Dói-me a parte interna
De uma perna
E parte amiga
Da barriga
Que fadiga
O que é que eu faço?
Escolho o baço ou o almoço?
Vira o osso
Dói o pescoço
É do excesso
Do ex-sexo
Alvoroço
Reboliço
Perco o viço
Quero ser p'ra sempre jovem
As minhas células movem
Uma campanha eficaz
Água benta e aguaras
O elixir da eterna juventude
Esse que quer que tudo mude
P'ra que tudo fique igual
Estava marado
Falsificado
É desleal!
Misticismo agora à parte saber envelhecer é uma arte -,"arte-nova", "arte-final".
Numa luta desigual a canção deixa um rasto de prazer há muito esquecido...
O clímax do orgasmo intelectual. O voltar a sentir esse prazer máximo no redescobrir lembranças perdidas no tempo.Que sensação extraordinária desfrutar esse prazer agora de uma forma diferente.Disso não tenho dúvidas porque a idade só se aplica às pessoas vulgares!
Esta etapa de promover a saúde física e mental num compromisso de uma vida saudável faria...em todos o inusitado do Prazer voltar a acontecer!

Anseio por demais concretizar este desejo!
Como o almejo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Arquivo do blog