sexta-feira, 6 de julho de 2012

Casa Senhorial Conde Castelo Melhor em Santiago da Guarda - Ansião

Pedra descoberta pelo Padre José Coutinho, mencionada na sua monografia sobre Ansião que viria a dar o mote à importante descoberta! 
A descoberta deste património com cerca de dois mil anos deu-se graças a esta pedra com inscrição encaixada na torre de menagem que foi construída com pedras da villa romana . A sua visibilidade chamou a atenção . Uma sorte -, imagine-se se a inscrição tinha ficado para dentro ou por baixo, se perdia estória, com tanta história no concelho!                        

 Janelas da Torre medieval
http://1.bp.blogspot.com/-Mq9mmj3C60A/T89aO_Ly99I/AAAAAAAADdk/uIpqu0VYzbw/s1600/julho+2010+110.jpg
A minha querida e Santa  mãe
Uma princesa  tão bonita que é sentada num banco namoradeiro da janela da torre medieval -, que o foi no passado de  pele branquinha, olhos verdes, cabelos cor d'oiro como o trigo.
 http://2.bp.blogspot.com/-hgJcAxhFbVU/T89XzDhp8gI/AAAAAAAADcs/8n4MGyhbK_s/s1600/julho+2010+108.jpghttp://1.bp.blogspot.com/-Rwnnhd0WPwI/T89azxhc5eI/AAAAAAAADds/n5MWvQ0yQvs/s1600/julho+2010+106.jpg                            
A torre fez parte da defesa dos bens afetos ao Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra edificada na época de 1500 fazia parte da defesa do Condado Portucalense juntamente com outras sentinelas (torres) nas redondezas: Alvorge - Torre de Vale Todos - Ateanha - Soucide - Façalamin. 
Hoje não existem...neste estreito território que na reconquista cristã foi palco de correrias para sul enquanto os mouros escorraçados tentavam recuperar os territórios que lhes tinham sido conquistados, apenas existem ruínas do pequeno castelejo do Juromelo, que conheci in loco há 31 anos num Voskwagen -, na altura deu-nos na loucura de subir um caminho de terra batida íngreme que não conhecíamos, chegados ao cume entrámos nas ruínas com ameias que desde que me lembro sempre me recordo dum muro e nada mais.
A Casa do Conde Castelo Melhor em Santiago da Guarda no concelho de Ansião foi pertença de Luís de Vasconcelos e Sousa mais conhecido pelo "Conde Castelo Melhor"o favorito do primeiro-ministro do rei D. Afonso VI , foi edificada sob ruínas de uma primitiva villa romana.
http://1.bp.blogspot.com/-XshfJ1io23o/T89Z4UcpA9I/AAAAAAAADdc/W_4R640U6uU/s1600/julho+2010+121.jpghttp://4.bp.blogspot.com/-vdbuja1ZG4s/T89ZSAwktVI/AAAAAAAADdM/8PNoeoJymko/s1600/julho+2010+103.jpg
Ao tempo da inauguração da Estação dos Correios pela minha mãe aqui passei alguns dias, nada tinha para fazer, saia sozinha à descoberta do que existia na terra de Santiago da Guarda.
Lembro-me da torre medieval cheia de ervas e uma figueira a crescer numa brecha da parede ladeada por duas tabernas, e uma mercearia -, numa delas havia o posto do telefone público. Entre a ala norte e a ala sul onde as mesmas se distribuíam havia um grande portão aberto, o mesmo hoje, que dava acesso a um átrio grande na lateral uma pequena escada de pedra de acesso à torre, ao fundo avistei janelas estilo manuelino entabuadas de pedras soltas, uma delas a da pequena capela com teto manuelino com arcos e cordas rematado com o brasão de uma família de Câmara de Lobos. 
Após a recuperação deste espaço emblemático chamaram pessoas da terra para apreciar o que outrora esteve entabuado e atulhado de lixos -, no caso de uma velhota boquiaberta acabou por confidenciar " durante anos aqui se guardou palha e também o altar que existia o venderam aos bocadinhos por ser dourado, como se fosse ouro"...
http://3.bp.blogspot.com/-w6h2UZBVUUo/T89YtgCT2HI/AAAAAAAADc8/7VvJLdiC0p0/s1600/julho+2010+119.jpg
Chão da entrada em calhaus rolados de calcário da região, era assim toda a casa senhorial feita no início da época de 1500, foi em parte retirado para se descobrirem os magníficos painéis de azulejo romanos soterrados. As obras puseram a descoberto uma riqueza, um património inexcedível de belos mosaicos de pedrinhas às cores do tempo romano.
http://4.bp.blogspot.com/-M5H1GuLjQbA/T89YffA2gTI/AAAAAAAADc0/PZ5GChMHcVQ/s1600/julho+2010+104.jpg
De cara lavada as janelas manuelinas e a torre -, espaço bem estruturado digno de ser visto!
Belos painéis de azulejos .
http://2.bp.blogspot.com/-4Zx8xMkOgk0/T89Y7Kds99I/AAAAAAAADdE/D3aW1wZg-Ys/s1600/julho+2010+125.jpg



O meu amigo Arnaldo de costas
Fecharam as frestas de lançar as setas...
A existência de uma concha esculpida sobre uma porta -, o símbolo dos peregrinos de Santiago de Compostela reforça a rota do caminho aqui passar na Estradinha, assim como a via romana, havendo um troço catalogado no Vale de Boi -, jamais a autarquia colocou placa identificativa, e a Junta de Freguesia quiçá sem o saber (?) o deixou atulhar de lixos, passando despercebido pela falta de manutenção . O que está mal. Fora isso motivos suficientes para coroar o nome da vila que começou por receber nome romano...Mais tarde Guarda e atualmente SANTIAGO DA GUARDA. 
Falando do Conde Castelo Melhor... Segundo os registos à mistura com algo de lenda diz-se que " a igreja e Mosteiro de N. Sra. do Cardal lhe advêm o nome pelos cardos que existiam no local e ainda da fé de Maria Fogaça, senhora medieval que deu origem aos bolos típicos de Pombal ". Foi mandada construir pelo Conde Castelo Melhor (sobre outras pré-existências) em agradecimento por ter conseguido escapar com vida à raiva de D. Pedro II, e, quando mais tarde foi reabilitado e, caiu de novo em favor, cumpriu a promessa, a mandou construir em 1707 anexada a um Mosteiro para padres Loios, estes acharam que o espaço era diminuto e a Cerca limitada por duas ribeiras que com ela confinavam não podendo ser alargada, o rejeitaram. Mais modestos os franciscanos ficaram com o Mosteiro, que hoje ocupa o coração da cidade de Pombal. O Conde Castelo Melhor foi posteriormente à queda do rei perseguido, até com a cunhada casou, Maria Francisca Isabel de Saboia, num conluio descarado com ela. Fugido e foragido conta-se que se refugiou na sua casa de Santiago da Guarda, apesar do palácio do Chiado, casas na Av. da Liberdade, Carregado e em Pombal ...
Sendo que a sua casa de Santiago inserida no Maciço de Sicó abrigada no contraforte com a torre avistava longe o inimigo, seria o bom refúgio,com deleite a aromas de tomilhos e orégãos semeados pelos outeiros da Granja e Alvorge... E assim reza a lenda que salvou a pele (?)!
O Marquês de Pombal foi banido da corte pela filha de José I - a nossa D. Maria I - (inimiga política do Marquês de Pombal que sonhava apoderar-se do trono) após a morte do pai e, nem sequer veio para Pombal foragido -, somente desterrado! 
Antigamente existia na frente da torre uma geoforma cársica, que na região se dá o nome de lagoa,entupida para dar seguimento à estrada . 
No terreiro lateral faz-se a feira medieval onde comi uma boa sopa da pedra e bebi vinho e queijo do Rabaçal.
Jamais julguei ser possível em tempo útil a Autarquia  de Ansião vir a preservar este local do qual se sabe os custos foram um grande rombo nas finanças...
Sem falar da batalha difícil com o proprietário descendente do Visconde da Quinta da Guarda e da Várzea,  e da Torre Medieval se encontrar catalogada de interesse público há anos. A envolvente do espaço além de comprado e bem pago, ainda teve lugar a indemnizações aos locatários -, salvo as pombas para alegria do seu novo dono também inquilinas da torre, sem nunca terem pago renda, pobrezitas sem poiso foram forçadas a deixar o abrigo sem nada receber, que o deixaram inundado de esterco  para mal dos pecados de quem o teve de limpar!
Nesta última visita já havia algum espólio inventariado exposto:
Reparo de cariz pessoal: O seu proprietário foi visconde, homem doutorado em direito, abastado, diziam ser mal-humorado, herdou por parte do tio Visconde uma incalculável fortuna, não tendo deixado herdeiros diretos… A vila ainda não o é, mas deveria... Só de pensar que se trata da maior freguesia do concelho cujo poder político de direita por si só ganha eleições , pelos vistos a de maior interesse público, e turístico , urge tempo de ter a sua alforria!
Ficam mágoas...O que teria confrangido ao Visconde a oferta do imóvel para que nele ficasse perpetuado na eternidade o seu nome, já que possuía outros imóveis de valor (?). Seria honra maior no seio da família, patriotismo, e ação benemérita em prol da coisa pública!
Mas tal feito só o faz gente de outro calibre como em Ansião o Dr. Adriano Rego ao doar a Mata Municipal ao Município, e o terreiro, outrora de regadio com oliveiras para se jogar à bola foi doado pelo cunhado o Dr Faria, e que hoje poderia render alguns milhares aos seus netos, coisas que deixam sempre a meditar!
Gestos desta nobreza neste concelho de Ansião, só de gentes sem títulos honorários o tem perpetuado de livre vontade em escritura pública -, para gáudio da comunidade usufruir de espaços emblemáticos doados de coração aberto!


Na frontaria do complexo existia uma lagoa cársica que foi entupida para alargar a estrada. Em tempos de invernia no terreno em frente junto das oliveiras a água ajunta-se...
Uma das salas de visitas do concelho de Ansião!
Porque há mais, estão empoeiradas, precisam que lhe passem brilho!

2 comentários:

  1. Gira, gira! Gosto do vestido que lhe assenta a matar! Espero vê-la Domingo em Alcochete! Muitos beijinhos, Cíntia.

    ResponderExcluir
  2. Olá querida amiga...ehehehe o raças do vestido deitei-o fora e fiz mal era em linho...velhinho mas giro.
    Acabo de chegar de Torre de Moncorvo fui a visitas arqueológicas...invejaaaa.

    Não sei se irei a Alcochete...vamos ver.
    Beijos

    Isabel

    ResponderExcluir

Seguidores

Arquivo do blog