quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Lamúrias em véspera do solstício!

Qualquer pessoa para ser feliz tem a necessidade de pensar não apenas na sua própria felicidade, mas também -  na felicidade dos que os rodeiam. Se todos os dias acordássemos com o desejo de fazer alguém sorrir -  com toda a certeza, sorriamos também - porque sei - ninguém é  feliz sozinho!
Em vez de estarmos constantemente a apontar o dedo a tudo e a todos... se começarmos por nós mesmos fazendo eco ao pensamento  - "Aprender a conhecer os outros é inteligência, conhecer-se a si próprio é verdadeira sabedoria. Controlar os outros é força, controlar-se a si próprio é verdadeiro poder."
Problema -  é alguém que se deixe perturbar por comentários de pessoas “de pensar pequeno” tal como as que  se deixam envolver em pensamentos do mesmo tamanho. "Dever, é elevar a tal ponto a nossa mente, que as ofensas não a possam alcançar - prefaciando Descartes."
Todas as situações e pessoas que encontramos na vida fazem parte do nosso crescimento  e amadurecimento.Se deixarmos de aproveitar tudo o que aprendemos até hoje - é o mesmo que dizer - todas as dores e alegrias foram em vão.
Stressante hoje em dia o  nosso ritmo de vida -  acção e reacção, vazante e maré alta, tentar e errar, parar e mudar , além da exacerbada confiança e -, medo - sempre presente nas ideias , por vezes camuflado, o medo não é um obstáculo, mas sim, uma fonte de energia (ainda mal gerida), que alguns transformam em audácia, outros não transformam em nada... vão-se ficando na inacção. Há quem ache que ficando no seu cantinho sossegado -, ganha o Céu, mas a passividade é tão nociva quanto fazermos o mal, porque ao agirmos - mal ou bem, vamos aprendendo, ficando na inércia, estagnamos.Certo e sabido assumir o medo é também de o alquimizar numa de transformar o nosso chumbo em Ouro, surgirão visões mais claras de nova esperança para se atingir o sucesso.
Ser forte é não ter receio de avançar, mesmo que não se tenha certezas de quase nada - porque o risco, dá-nos a hipótese de abrir novas portas que nos podem levar à meta na conquista do que tanto ambicionamos.
Para se ser líder -  qualquer pessoa o  pode ser  - basta mostrar bom senso, convicção, coragem e saber motivar os outros no trabalho na mira do objetivo em concretizar sucesso.
Percam-se a pensar em quantas pessoas poderiam ajudar, e influenciar de uma forma positiva? Sempre fui votada a fazê-lo em prol dos outros de uma forma avulsa - apesar das contrariedades, dos azedumes, das invejas, dos conflitos, e das más interpretações continuo - a toda a hora: seja no contato anónimo nas feiras, ao telefone, e-mails, mensagens no facebook - seja em qualquer lugar. Adoro falar, partilhar,  encantar os outros com conversa simples sobre tudo, e sobre nada - em troca recebo laivos em sorrisos rasgados e brilho alucinante no olhar...absolutamente mágicos - tal o prazer que sinto na cumplicidade que a comunicação evoca - relatos vivos, quentes, quiçá sedutores - por vezes embaraços, quem sabe também me tomarei por vezes aborrecida!
Faço fé que seja mais alegre, simples e divertida nas conversas por aqui exaradas na escrita a tal ponto que quem me conheça, e aqui me venha  ler - caia no marasmo da dececão...também sei que não é bem assim - o inverso vale o mesmo. Seja de uma forma ou de outra - difícil é agradar a todos!
Fecho este raciocínio a lembrar todos aqueles que têm coragem de lutar pelos seus sonhos -  sempre serão criticados por aqueles que são covardes, porque a eles lhes falta a coragem de fazê-lo !
Pergunta sacramental: a que grupo cada um  de nós quer pertencer?Certo e sabido - quando não se não tem dúvidas, é hora de agir!
O amor não começa e termina sem quê nem para-quê - o amor é uma batalha, o amor é uma guerra, o amor é um amadurecimento - por isso é fundamental lutar por ele.
A felicidade está dentro de nós e voltará, tão certa quanto a morte. Porquê ter medo dela?
Difícil é acreditar que alguém tenha um lampejo de felicidade uma vez, e depois  não tenha nunca mais!

Na vida vale a persistência e a determinação - aprendam a ser felizes com pequenos nadas... acordei feliz - gostei dos meus cabelos desgrenhados refletidos no espelho do alto armário, pela primeira vez o meu marido os pintou a meu pedido -  exuberantes em ondinhas negras...deixaram-me deliberadamente vaidosa!


Vou ausentar-me uns dias - amo sentir o verão a definhar a chamar de mansinho o outono, comer figos pingo mel, apanhar pinhas, sentir o verde agreste dos pinhais, o açúcar das uvas pegajoso nas mãos, e as pedras sem as mirar não sou feliz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Arquivo do blog