terça-feira, 5 de novembro de 2013

Bom momento a priorizar valores do amor

Prefaciando um pensamento de Paulo Coelho "Não existe nada de completamente errado no mundo, mesmo um relógio parado, consegue estar certo duas vezes por dia."

Surpreendente a mensagem que recebi via e-mail sobre o enredo da minha última crónica, destaco um excerto  -, " Acabei de ler o teu blog. Devo-te dizer que nem sei por onde começar esta conversa. Achei a crónica muito bem imaginada seja pela escrita simples e objectiva, seja pelo cariz poético além de despretensiosa. Só mesmo tu poderias levar tão longe a tua grande imaginação. A escolha do nome dos personagens, bem alcançado sem duvida -, Maria e Jasmim.
Adorei o relato daquele dia tão magico -, houve momentos que senti frenesim de luxúria no desejo passional instintivo por todo aquele prazer sensual e erótico..."
Magnífica a  riqueza dos pormenores " do vestido , óculos de sol, do telefonema na viagem, da chegada na estação e, ...". 

Haveria de galgar em pasmo quando me dei conta da aflição de suspense de Jasmim, seria verdadeira a imagem real  de Maria que  conhecia só das fotos? 
O que Jasmim sabia? O querer mayor que a sua chegada fosse de certa forma também marcante, sobretudo, que a marcasse e jamais  esquecesse -, ao ser recebida pelo homem que ainda não conhecia pessoalmente, plantado  à sua espera no largo da estação, inquieto, de olhos no relógio, sempre a contar os minutos e os segundos...
Suplício o maldito nervoso miudinho que  teimava não o despegar do olhar fixo  da porta principal, e nada de ver sinais da mulher bonita, esbelta ,cabelos compridos, cara arredondada, vestido às flores  e óculos do sol...e, aqui desculpa-me imaginei as tuas descrições na silhueta da minha amada.

Sem me dar conta, envolvido neste romance dei comigo a continuar o relato da chegada de Maria -, a Diva, a Deusa, a Formosa, a Mulher que Jasmim tanto ansiava ver com os seus próprios olhos, e tocar com as próprias mãos...quem assim não o gostaria de sentir?
Desenfreada corrida que selam num grande beijo envolvendo-se em grande abraço de grande paixão, ali ficaram durante alguns minutos sentindo que aquilo que estava acontecer naquele momento era mesmo real. 
Bela a descrição romântica do conteúdo na mala do carro com o ramo de rosas para oferecer a Maria -, forma mais convincente de Jasmim  agradecer a sua disponibilidade em se deslocar ao seu encontro por ser um homem  "desconhecido"...
Obrigada por escreveres com tanta clareza e simplicidade.És uma amiga espectacular e muito inteligente tenho a certeza disso. Também ao longo dos anos reconheço a tua coragem nesta vida, o teu valor -,como se diz na gíria rendo-me há tua evidência. Mas confesso, na leitura a minha curiosidade estava em saber como ias escrever aquele contacto de se tocarem finalmente...hilariante o uso de termos muito doces e sensuais de forma  elegante como descreveste esse momento da relação ocorrida num espaço tão reduzido -, no carro onde é perceptível o ato ter sido consumado.

Simplesmente brilhante!

Os meus parabéns conseguiste tudo onde querias chegar,  minha grande amiga. 
Acredita que me deixaste descontrolado -, com água na boca no querer sonhar em viver momento igual para me lembrar como se hoje acontecesse ...
Foi um bom momento no priorizar valores do amor -, sabes que a grandeza deste sentimento está na impossibilidade da sua catalogação, cristalização, definição ou congelamento em fórmulas e formas.
Apesar de grande maioria o sentir -, insiste em racionalizar! 
  • PS:Obrigada meu bom amigo, exageraste nos substantivos, de todo merecidos... a meu ver ficar hilariante com as tuas palavras, seria falta de modéstia para com os chamados escritores!
  • Mas claro que gostei da crítica positiva. 
  • Sou assim um bocadinho imprevisível e irreverente-, ora escrevo sobre mim, sobre o que vejo e não gosto, de tudo e mais alguma coisa, claro-,  gosto de alternar as crónicas com episódios românticos neste voltar a acordar , não perder de vista o sonho de querer ser também feliz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Arquivo do blog