sábado, 12 de abril de 2014

Momento reflexivo...Poema


De vez acordar! 
Maldita dor finada de 10 anos
Em fel ingénua mal laçada
 Pelas feiras exposta medito
Silêncios de horas em  6 anos 
Sozinha com gente de nenhures
Em reflexão o que há-de  vir?
De vez acordar!

Na teima  retomar céu perdido
O sonho tem sido prazer fácil
De encontrar o norte, desnorteada
Novo estar a tempo inteiro...
Uma vida nova sendo a mesma... 
Em pânico aterra o pensar!
De vez acordar! 

Urge aliar  forças e coragem
Afastar de vez agoiro e desaire
Esquecer maldito azar do passado
Urge encarar presente e futuro
Na teima voltar a ser feliz
Ainda gosto de mim!
De vez acordar!

Mito louco o ser adorada
Relançar olhar sem medo
De cara humilde e doce
O certo harmónio do lar
Muito sofrer ditou ensino
Alivio de pecados, pecadora
De vez acordar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Arquivo do blog