segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Mais um passeio à Ericeira

Tempo de chuva deu-me vontade de recordar passeios, no caso as registadas na Ericeira no passeio a 26 de fevereiro de 2011.Foi terra de fenícios-, tenho uma costela fenícia por parte do meu pai.
Vila pacata de pescadores, o mar mostrava-se em calmaria, aqui há bom peixe e marisco, foi um dia muito bem vivido.
Neste muro a  recordação de outras fotos noutros tempos ...

O fresco que as encostas cobertas por tapetes verdes de trepadeiras finíssimas da família dos catos nos dão, e quando abertas se mostram de flores minúsculas em tom  rosa-, trouxe um pedaço para o meu jardim da casa rural, morreu este ano com a seca, mas a minha mãe também me tinha roubado...e assim ainda perdura.
Só que aqui se dá em maravilha pela maresia!
 
Gaivotas em terra anunciavam tempestade...
Gostei de apreciar a arquitetura do casario com as barras das casas pintadas em azul forte a lembrar o mar
 
Nesta casa recentemente restaurada apreciei as mansardas revestidas a telha, pela frente se mostram engalanadas com relevo de caracóis  e flores em azul. Espreitei pelas grades o jardim .
Azulejos  em vários padrões em jeito de escultura a forrar a parede lateral, um pote de cerâmica que dantes havia nas escolas para se beber água, um painel de azulejo com um brasão, uma mesa redonda forrada com pedaços de azulejo numa ideia criativa a rivalizar com Gaudi, o banco alto com laivos de tinta em contraste com a madeira e,...

Árvores bem podadas, assim não partem quando há intempéries, não causam prejuízo, e fazem menos lixo.
Igreja de S. Pedro da Ericeira
5 de outubro de 1910 a fuga da família real a caminho do exílio no Brasil
 
Fontes
Uma foto da família real do google

2 comentários:

  1. Cara Isa Coy,
    Interessantíssima postagem sobre a Vila de Pescadores da Ericeira, enaltecendo o tradicionalismo da sua arquitectura e os seus aspectos pitorescos.
    Gostei imenso?
    Parabéns!

    Jorge Gomes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Jorge Gomes
      É com surpresa que o encontro aqui. Muito obrigada pela cortesia e gentil comentário. Para mim acho interessante publicar as fotos para mais tarde recordar, aqui sempre tem outro impato que abrir simplesmente a "pen" onde estão armazenadas.Mas o certo era ter feito a crónica em devido tempo, só que o momento não era dos melhores, como agora.
      Bem haja pelo incentivo
      Cumprimentos
      Isa Coy

      Excluir

Seguidores

Arquivo do blog