quinta-feira, 28 de junho de 2018

Da Alcoa ao Chiado ao Largo Trindade Coelho em Lisboa

Lisboa está a cada dia mais virada para o turismo e nós que ainda somos portugueses com menos hipóteses de saborear um simples bolo, pela alta carestia , altamente inflacionados seja pelo nome pomposo de fábrica onde devia ser mais barato, ou pastelaria que a televisão ajuda nos certames a dar visualização e claro os prémios que vão sendo distinguidas. Ninguém controla a razão porque na Europa, pagamos mais cara a EDP, água , combustíveis, e a precariedade do nosso salário mínimo se mostrar de todos o mais baixo.
No mesmo dia constatei um chaffeur de tutuque a estacionar na frente de uma marisqueira, entrou para almoçar, e outros a receber dos turistas resmas de notas ficando no ar a pergunta- pagamentos livres de impostos? Ou pagam uma tuta e meia? A verdade é que se dão ao luxo de comer bem em locais caros a torto e a direito, quando uma maioria de trabalhadores os vejo com a lancheira nas mãos ...
A subir o Chiado ao passar pela Alcoa não resisti ás cornucópias desafiantes na taça de pé alto em exibição na montra, decidida entrei, incrível o preço 2,70...e havia outros bolos a 3,10 , sem explicação, na terça em Alfama deixei de comer um pastel de feijão pelo preço de 2,50...

Perguntei ao empregado como era feita a massa, que me responde -, é frita em azeite, o recheio, doce de ovos e leva depois canela.O meu marido recorda-se quando ia em miúdo à praia da Costa de Caparica logo na frente do mercado haviam sempre mulheres de cestas de braçado com cornucópias que segundo ele eram de sabor igual, portanto de onde será a sua origem? Que foi para a ilha Terceira, para Angra do Heroísmo e em Cernache do Bonjardim, as primeiras que comi neste formato com o nome de cartuchos de amêndoas.
Fui falar com o Fernando Pessoa ao Chiado ...
 Largo da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa
Erigido pelo italianos residentes em Lisboa
Selfie junto da escultura do cauteleiro fardado
 Igreja de Sr Roque
Muito bonita além do Museu tem uma exposição temporária sobre as Misericórdias que de outra vez visitei.

 
O Largo Trindade Coelho ostenta a estátua do Padre António Vieira 
Foi considerado por Fernando Pessoa o "imperador da língua portuguesa". Clérigo jesuíta, nascido em Lisboa em 1608 e falecido na Baía, Brasil, em 1697. Monumento que vem complementar o pólo cultural deste local constituído pelo museu e igreja de São Roque, o arquivo histórico e a biblioteca da SCML, a que se juntarão brevemente a sede do arquivo e da biblioteca da Brotéria da Companhia de Jesus, a instalar no palácio Marquês de Tomar, e a exposição permanente “Casa Ásia - Colecção Francisco Capelo”, no Palácio de São Roque. 

Selfi com a minha querida filha
O restaurante onde almoçamos na esplanada a contemplar Lisboa para nascente ...Soberba paisagem!
A casa mostra excertos de estrutura de gaiola.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Arquivo do blog